sexta-feira, julho 30, 2010

sem título 002



pego em tudo o que sou, de pesado e vigoroso, de anseio e estremeção, de medo e de paixão, de palavras e mais silêncios, de sim e mais que não, sempre incompleta, e aninho-me nos caminhos que me levam destino fora. pego na minha fardagem prenhe de lembranças, num saco cheio de cinzas e deixo que o céu cumpra sua fortuna, em mirabolantes direcções.

quinta-feira, abril 15, 2010

Novas Visões do Passado


Colóquio
Novas Visões do Passado.
Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.
17-IV-2010. Auditório de Santa Clara-a-Velha. Coimbra.










Programa:

10:00h - Francisco Pato de Macedo: O patrono e a construção;
10:35h - Maria da Conceição Lopes: Perfurar as Cotas;
11:05 - pausa
11:35h - José Aguiar: Conservação ou Gestão da mudança? De onde viemos e para onde vamos?
12:05h - José Alves Costa: Visões alternativas para o espaço.
12:35h - Debate

15:00h - Eugénia Cunha e Francisco Curate: Doença e morte no espaço sagrado;
15:35h - Maria de Lurdes Craveiro: A capitalização da memória. O túmulo novo da Rainha;
16:05h - Pausa
16:35h - Carla Alexandra Gonçalves: A escultura pétrea Quinhentista em Santa Clara.
17:05h - Debate.

(Dado que a lotação do auditório é de 60 lugares, torna-se imprescindível
que façam as inscrições para: icesar@drcc.pt)

segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Âme


«Os sentidos aos quais o homem se apresenta como objecto artístico são a visão e a audição; à visão representa-se o homem exterior, à audição o homem interior.» Richard Wagner (1849), A obra de arte do futuro, Antígona, 2003 p. 45.

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

"Bauhaus: arquitectura e causa pública"


O Colóquio "Bauhaus: arquitectura e causa pública", constitui uma iniciativa integrada na XII Semana Cultural da Universidade de Coimbra, e promove-se pela Secção de Artes do Departamento de História, Arqueologia e Artes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra (CEIS20), Centro de Estudos Arqueológicos das Universidades de Coimbra e Porto (CEAUCP), Colégio das Artes (UC) e Trienal de Arquitectura de Lisboa.

O Colóquio realizar-se-á no dia 3 de Março de 2010 no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra, visando promover o debate sobre a relação entre o universo estético e o espaço político. Procurará, ainda, divulgar a história da Bauhaus, cujo 90.º aniversário recentemente se registou, reinterpretando-a num contexto contemporâneo e transcultural, bem como problematizar o conceito de «moderno» e respectivas balizas.


Programa do Colóquio:

9h00 – Recepção dos participantes. Entrega da documentação.
9h30 – Sessão de abertura
10h00 – Conferência inaugural: Werner Möller (Fundação Bauhaus Dessau), Bauhaus: what are we talking about?
11h00 – Pausa para café
11h15 – Pedro Vieira de Almeida (ESAP-CEAA), Evolução e politização do conceito de moderno – o papel da Bauhaus
12h15 – Jacinto Rodrigues (FAUP), Revisitar e aprender com a Bauhaus
12h45 – Debate
Pausa para almoço
14h00 – António Sousa Ribeiro (FLUC), Uma modernidade ameaçada. Arte, cultura e política na República de Weimar
14h30 – Joana Brites (FLUC; CEIS20), Moderno, modernos
15h00 – Debate
15h30 – Pausa para café
16h00 – Ana Vaz Milheiro (ISCTE;UAL), Influências da Bauhaus nas arquitecturas brasileira e africana
16h30 – Delfim Sardo (FLUC; Colégio das Artes), Pensar a Bauhaus hoje
17h00 – Debate e encerramento
18h30 – Inauguração da exposição da Colecção Paulo Parra: Entre a Bauhaus e o novo racionalismo (Galeria de Exposições Temporárias do Museu Antropológico da Universidade de Coimbra)